Valorização do real e abate de fêmeas provocam queda do Boi Gordo

No boletim “De Olho no Mercado”, o especialista Alcides Torres explica as razões da baixa na cotação nos últimos dias.

 

Na edição do boletim “De Olho no Mercado” de hoje, o analista Alcides Torres, explica os motivos da queda da cotação no mercado do Boi Gordo, que consistem na valorização do real e no aumento da oferta de fêmeas para abate.

Segundo o especialista, a alta do real provoca o crescimento da arroba em dólar, que se aproxima do valor no Brasil, o que faz os compradores pressionarem a cotação para a produção da carne bovina brasileira se manter competitiva no mercado internacional.

“O aumento da oferta de fêmeas é um processo recorrente todo início de ano, porém a quantidade de abates diminuiu nos últimos tempos”, afirma Alcides. Ele aponta que a conta no primeiro trimestre de 2022 deve chegar a cerca de 2 milhões de cabeças, uma queda representativa comparado ao mesmo período em 2018, no qual o número estava na casa dos 3,6 milhões de abates.

Próximos Leilões

28 JUN 19h00

Londrina (PR)

Leilão Virtual JAT Bonsmaras – 20 Anos

Canal do Criador | Lance Rural

28 JUN 20h00

Porto Alegre (RS)

5º Mega Shopping Solução Premium

Lance Rural

28 JUN 20h30

Londrina (PR)

Leilão Nelore Pintado V3 Sem Reservas 2022 – Etapa Fêmeas

Canal Rural | Lance Rural

29 JUN 15h30

Lavras do Sul (RS)

Remate Gado Geral Clínica Remates

Lance Rural

29 JUN 20h00

Londrina (PR)

Leilão Virtual Matrizes Provadas Fazenda Angico

Canal do Criador | Lance Rural

29 JUN 20h30

Londrina (PR)

Leilão Nelore Pintado V3 Sem Reservas 2022 – Etapa Machos

Canal Rural | Lance Rural

30 JUN 18h00

Alegrete (RS)

Remate da Quinta

Lance Rural

30 JUN 20h00

Londrina (PR)

Leilão Jóias V3 – Matrizes

Canal do Criador | Lance Rural