Queijos produzidos de leite zebu são destaque internacional

Queijaria com prêmios no Brasil e no exterior utiliza leite de gado Gir Leiteiro

Queijaria com prêmios no Brasil e no exterior utiliza leite de gado Gir Leiteiro

Localizada em uma das mais belas regiões do interior do Estado de São Paulo, a pouco mais de 200 quilômetros da capital, a queijaria Pardinho Artesanal é o local onde são produzidos alguns dos melhores e mais premiados queijos do mundo. O projeto começou com toda a experiência dos mais de 40 anos voltados à seleção de raças bovinas de corte e leiteiras desenvolvido pela Fazenda Sant’Anna, que também tem unidades em Rancharia (SP) e Uberaba (MG).

A queijaria surgiu em 2014 como consequência natural da qualidade da matéria-prima que se tinha em mãos. “A base do projeto da queijaria é o leite zebu da nossa seleção de Gir Leiteiro. Sempre apostamos muito na qualidade do leite, por isso, decidimos investir. Trouxemos tecnologias da França, fizemos muitos intercâmbios, para que o leite pudesse se expressar da forma mais pura, além de evidenciar suas características próprias”, ressalta Bento Mineiro, proprietário da queijaria.

O foco em qualidade levou o projeto a investir na genética do touro da bateria Gir Leiteiro da Alta Genetics, Dragão Te, um reprodutor que transmite importantes características para somar ao rebanho da Queijaria Pardinho. “No processo de seleção, ao selecionar o reprodutor Dragão Te, podemos prever que suas filhas irão produzir 1,8 litros de leite a mais por dia, com a redução de 39 dias de idade ao primeiro parto, ou seja, filhas mais produtivas e precoces”, afirma Júlia Gazoni, Técnica de leite da Alta. “Além disso, esse reprodutor é A2A2 para beta-caseína, reduzindo sintomas gastrointestinais e mantendo os ácidos graxos de cadeia curta que são produzidos na microbiota intestinal e possuem efeito anti-inflamatório, aumentando a atividade de algumas células da mucosa intestinal”, completa.

Reprodutor Dragão TE

Hoje, a Pardinho Artesanal produz três tipos de queijo, todos feitos com leite cru, ou seja, não pasteurizado, como requer a tradição do queijo artesanal. Os queijos descansam numa cave subterrânea climatizada e possuem o selo do SIF (Sistema de Inspeção Federal), o que garante que o rigor no processo produtivo da queijaria seja assegurado pelo Ministério da Agricultura.

Premiações Queijaria Pardinho Artesanal:

Cuesta: Ouro no Prêmio Queijo Brasil (2017)

Cuesta: Super Ouro no Mondial du Fromage – Tours (2019)

Mandala: Prata no Mondial du Fromage – Tours (2019)

Cuestazul: Ouro no Mundial do Queijo do Brasil – Araxa (2019)

Cuesta: Super Ouro no Mundial do Queijo do Brasil – Araxa (2019)

Mandala: Diamante (The Best in Show) no Mundial do Queijo do Brasil (2019)

 

Fonte: Alta Genetics

Próximos Leilões

04 JUN 18h00
Terneirão do Alegrete será transmitido pelo Lance Rural

Alegrete (RS)

Remate Terneirão do Alegrete

Lance Rural

04 JUN 19h00
Casarão Remates organiza leilão de gado geral com transmissão do Lance Rural

Pelotas (RS)

Gado Geral Casarão Remates

Lance Rural

04 JUN 20h30
Fazenda São Lourenço realiza rodada dupla de negócios

Londrina (PR)

Leilão Virtual Touros Fazenda São Lourenço – 1ª Etapa

Canal Rural | Lance Rural

05 JUN 19h00

Itaperuna (RJ)

Live Cachoeira Laglória L2

Lance Rural

05 JUN 20h30
Fazenda São Lourenço realiza rodada dupla de negócios

Londrina (PR)

Leilão Virtual Touros Fazenda São Lourenço – 2ª Etapa

Canal Rural | Lance Rural

06 JUN 09h00
Leilão Virtual Direito de Viver acontece neste sábado (6)

São Paulo (SP)

Leilão Virtual Direito de Viver

Lance Rural

06 JUN 12h00

Londrina (PR)

Mega Leilão Agropecuária Barão – 1ª Etapa

Remate Web | Retransmissão: Lance Rural

06 JUN 13h00
Nelore RFA realiza tarde de negócios para família nelorista 

Londrina (PR)

Leilão Virtual Nelore RFA

Canal Rural | Lance Rural