Publicado em: 12 de agosto de 2019

Eleição para diretoria da ABCZ acontece nesta segunda-feira

Na manhã desta segunda-feira (12), a sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) tornou-se palco de mais uma eleição para escolha da nova diretoria da entidade entre os anos de 2020 e 2022.

Com votação aberta para todos os mais de 22 mil associados, a eleição teve início às 9h e segue até às 18h, quando, após esse horário, será feita a contagem de votos. Os interessados em participar podem apresentar um documento pessoal na secretaria da ABCZ e aguardar uma análise rápida de aptidão para participar da escolha.

Realizada em uma sala montada especialmente para o processo na sede da Associação, em Uberaba (MG), o local tem acesso restrito e um sistema de câmeras de monitoramento com gravação em tempo integral. Já aqueles que estão fora da cidade mas, ainda assim, desejam participar da votação, podem enviar o voto pelos Correios (dentro do horário aberto de eleição).

Assembleia Geral Ordinária foi aberta às 8h, dando inicio ao processo eleitoral. (Foto: Divulgação/ABCZ)

A programação oficial do pleito foi aberta hoje, às 8h, com a Assembleia Geral Ordinária, ministrada pelo presidente da Comissão Eleitoral, Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges, também presidente da ABCZ, que transferiu a função eleitoral para o Juiz Federal Élcio Arruda.

Feita em modelo de chapa única, este ano representada pela “ABCZ. Força total no campo”, indicada pela atual diretoria e encabeçada pelo pecuarista e empresário Rivaldo Machado Borges Júnior, a eleição terá opção de voto branco e nulo, além da escolha da equipe nomeada.

O candidato é empresário do segmento de produtos siderúrgicos e dá continuidade ao trabalho de melhoramento genético de Nelore PO da família, por meio da Fazenda Mateira. Presente na política classista, Rivaldo foi presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Uberaba por 12 anos (2001 a 2013) e, atualmente, é vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (FAEMG). Na ABCZ, como membro da diretoria desde 2013, ficou reconhecido pelo empenho ao Pró-Genética.

Por Eduarda Araújo | Canal Rural