Conheça as vantagens de ter um programa de melhoramento genético

Progresso genético do rebanho melhora o desempenho da população, principalmente das características importantes economicamente

Foto: Plínio Queiroz

Os novos rumos da economia mundial provocam com frequência, grandes mudanças nos setores produtivos. Para se adaptar a essa dinâmica, os pecuaristas necessitam utilizar tecnologias capazes de maximizar a produtividade com a melhor relação custo/benefício. Para isso, os produtores dispõem hoje no mercado programas de melhoramento genético bem elaborados. Eles permitem identificar os melhores animais com maior probabilidade de acerto.

O melhoramento genético é o processo usado de forma a alterar geneticamente determinadas populações aumentando ou diminuindo a frequência de determinados genes. O objetivo é melhorar o desempenho desta população, principalmente as características que sejam importantes economicamente.

Todo programa de melhoramento genético começa com uma avaliação genética, que é o processo de estimação do mérito genético dos indivíduos para que se possam identificar os animais desejáveis.

As grandes ferramentas geradas para os participantes de um programa são as estimativas dos valores genéticos (VG) dos animais. Já que o animal exterioriza grande influência do ambiente, ou ainda pode ter sido fruto de uma combinação aleatória de genes, que não tem garantia de transmissibilidade.

Dessa maneira, por exemplo, pode existir dois excelentes animais muito parecidos, mas sempre um deles terá maior probabilidade de transmitir as suas qualidades do que o outro. Algo que as estimativas das DEPs (Diferença Esperada na Progênie) em gado de corte irão indicar.

Isso não quer dizer que a simples participação em um programa de melhoramento signifique o progresso genético do rebanho. Tudo depende de como o criador utiliza essas informações, ou seja, quem ele elege como reprodutores e matrizes.

Vantagens de ter um programa de melhoramento genético na fazenda:

– Melhora a fertilidade do rebanho, porque elimina os animais que não criam (não parem). Além disso, identifica os melhores reprodutores e matrizes além de evidenciar os animais mais precoces;

– Melhora os índices de ganho de peso;

– Diminui o intervalo entre gerações: Idade da Matriz + Idade do Reprodutor/2;
3+3=6/2 = 3,0 anos / 3+12=15/2 = 7,5 anos

– Diminui o custo de produção por unidade de produto ou melhora a relação custo/benefício;

– Permite colocar à venda animais testados, agregando valor aos mesmos (o mercado já está sinalizando para este tipo de produto);

– Otimiza os recursos da propriedade;

– Aumenta a lucratividade;

– Indiretamente proporciona ao consumidor carne de melhor qualidade

Fonte: EducaPoint

Próximos Leilões

17 FEV 20h30

Londrina (PR)

Leilão Virtual Nelore 3 Marcas

Canal Rural | Lance Rural

18 FEV 20h30

Porto Alegre (RS)

Remate Virtual Sol Y Mar

Lance Rural

18 FEV 21h00

São Paulo (SP)

Leilão Virtual Fazenda Morro Redondo

Canal Rural | Lance Rural

19 FEV 20h30

Porto Alegre (RS)

Leilão Virtual Raça e Tradição

Canal Rural | Lance Rural

20 FEV 20h30

São Paulo (SP)

Leilão Virtual Senepol Origens

Canal Rural | Lance Rural

26 FEV 20h30

Cuiabá (MT)

Leilão Virtual Marka Leilões

Canal Rural | Lance Rural

27 FEV 20h30

São Paulo (SP)

Leilão Virtual Senepol 3G

Canal Rural | Lance Rural

28 FEV 14h00

Cuiabá (MT)

Leilão Virtual Sexta do Corte Mato Grosso

Canal Rural | Lance Rural