Calendário da raça Nelore inicia 2021 com recordes

Primeiro trimestre se encerrou na última quarta-feira e leilões de Nelore já exibem resultados positivos

2021 para o calendário chinês é o ano do boi e para a pecuária nacional, em especial na raça Nelore nesse primeiro trimestre, os resultados já têm sido espetaculares.  O calendário dos remates tradicionais da família nelorista se iniciou em janeiro e alguns animais trouxeram resultados animadores para o mercado.

“O ano começou a mil por hora. Tivemos alta em todas as categorias que a gente ofertou e principalmente na venda de grandes doadoras. É um sucesso absoluto, o momento que a raça vive, todo mundo acreditando cada vez mais na pecuária seletiva”, afirmou Ademir Jovanini, da Premier Assessoria.

A recordista de 2021 até o momento é dona de uma das linhagens com maior número de sucessores da raça. Hamina FIV da MV, cria da Fazenda Morro Vermelho, do Grupo Camargo, estava na EAO Empreendimentos há 8 anos, adquirida por mais de 2 milhões de reais no Rima Weekend 2013. Nesse meio tempo se provou com diversos reprodutores e se tornou um dos grandes destaques sempre que comercializava uma prenhez nos leilões embryo.

“Uma doadora realmente consagrada pelo histórico da sua genética. Representa não só os 50 anos de seleção da Fazenda Morro Vermelho, mas os mais de 100 anos da raça Nelore com vários grandes raçadores no seu pedigree, como Fajardo, Big Ben, Ludy, Fallon da Sabiá. É realmente uma feliz união de grandes animais, que foram dando consistência e permitindo que ela se tornasse uma doadora consagrada nacionalmente e produzisse animais fora da curva, admirados pelos criadores e premiados pelos principais juízes da raça”, comentou o assessor pecuário Wagner Peroto, que por muitos anos trabalhou com o Grupo Camargo.

Acompanhada de seus 4 clones, Hamina se junta as estrelas da Fazenda Terra Prometida, da dupla Henrique & Juliano, no Tocantins. O valor total da venda foi de R$2.646.000,00. Vale lembrar que a Hamina já faturou entre venda de filhos, netos e prenhezes, mais de 27 milhões de reais. Hamina é filha da matriarca Hasta TE com o reprodutor Big Ben da S. Nice.

“Os clones são a representação da tecnologia em prol da genética. Quando um criador quer investir uma alta soma em um animal e o animal tem um clone, você tem o seguro do animal, dando mais segurança para o criador fazer esse investimento.”, completou Wagner.

Outra filha de matriarca consagrada na raça foi destaque, dessa vez nos leilões Rio Bello em Mangaratiba-RJ. Diandria FIV da EAO, filha do Bitelo da SS na Zacha TE QG Arataú, foi arrematada por 30 parcelas de 16 mil reais, sendo valorizada em 480 mil. A fêmea foi comercializada pela Xuab Agropecuária e adquirida pela SNL Agropecuária. Uma curiosidade que reforça o investimento certeiro é que Diandria se pagou 24 horas após a venda, tendo 23 prenhezes comercializadas, faturando 660 mil reais.

“Ela foi recordista de um dos grandes leilões da raça, que é o Noite dos Campeões e agora do Rio Bello. Ela é mãe de touro de central, descendente de uma das famílias mais produtivas da raça, ela é muito bem avaliada. Uma doadora que se prova a cada filho nascido, a cada aspiração feita e produziu muitos animais valorizados”, destacou Ademir.

Outro grande destaque até o momento foi a venda do reprodutor Gandak FIV Camparino. Um dos destaques de vendas de sêmen da bateria de corte da ABS Pecplan, Gandak foi valorizado em 816 mil reais no Leilão Nelore Zoller.  O touro já havia sido um dos recordes do leilão com maior média do país na venda de reprodutores, o Leilão Naviraí Camparino, que acontece durante a Expogenética. Gandak é filho do Fenômeno Camparino na JHVM 9380(Quark Col). O touro fica em sociedade do Nelore Zoller e Eduardo da Costa. Eduardo é um dos maiores investidores em touros de genética melhoradora do Brasil sendo proprietário de touros como Calibre FIV Camparino, REM Dulldog, REM Gladiador, REM Huracan e na raça Gir, Jaguar TE do Gavião.

Já nas prenhezes, o recorde continua sendo de uma grande conhecida dos neloristas. Parla FIV AJJ, recordista mundial de valorização em 2016, segue mantendo uma verdadeira dinastia. Recordista da raça em todos os anos em que foi comercializada, a fêmea crioula de Antonio José Junqueira Vilela, sucesso nas pistas sendo Bi Grande Campeã Nacional, teve seu acasalamento com o Gandak comercializado em 300 mil reais. A fêmea hoje é de propriedade de Roberto e Simone Bavaresco, da RS Agropecuária e o Nelore Joy, do cantor Zé Neto, foi quem ficou com a prenhez.

“A gente vê realmente a pecuária seletiva tendo uma valorização principalmente nos leilões, porque o leilão traz uma oportunidade do Brasil se tornar um só e o Canal Rural soube muito bem trazer o Brasil para um único veículo. A gente sabe realmente que a pecuária continua numa curva ascendente e eu vejo com muito otimismo. A gente deu saltos de ganhos de produtividade no país, mas temos muito a fazer ainda e com certeza o Nelore é o pilar de tudo isso”, analisou Peroto.

Todos esses recordes você acompanhou pelo Canal Rural, Lance Rural e Canal do Criador e vem muito mais por aí em 2021. Confira a nossa agenda, as ofertas de qualidade não só da raça Nelore, mas de todos os importantes trabalhos que colocam a pecuária nacional cada vez mais no topo!

Por Renan Testa | Lance Rural

Próximos Leilões

13 ABR 19h30

Porto Alegre (RS)

Leilão Produção Gado de Corte

Lance Rural

13 ABR 20h30

Londrina (PR)

5º Leilão Encontro de Pecuaristas

Canal Rural | Lance Rural

13 ABR 20h30

Santiago (RS)

II Remate Virtual de Fundamento

Lance Rural

14 ABR 15h30

Lavras do Sul (RS)

Rematão Conjunto de Gado Geral

Lance Rural

14 ABR 19h00
14 ABR 20h30

Londrina (PR)

Leilão Virtual Nelore Bula & Agropecuária Garoupa

Canal Rural | Canal do Criador | Lance Rural

15 ABR 18h00

Alegrete (RS)

Remate Estância Cerro do Tabuleiro

Lance Rural

15 ABR 19h00

Pelotas (RS)

Leilão do Fazendeiro

Lance Rural