Publicado em: 13 de junho de 2018

Pecuária perde um grande selecionador

Antônio Paulo Abate, do Nelore Apan, atuava há mais de 40 anos no agro e faleceu nesta quarta-feira (13)

Antônio Paulo Abate (Foto: Reprodução ABCZ/Divulgação)

O Agro se despede nesta quarta-feira, dia 13 de junho, do criador Antônio Paulo Abate, um dos grandes nomes da pecuária nacional. O pecuarista tinha 83 anos, estava internado desde o fim do ano passado e veio a falecer na madrugada de hoje em decorrência a uma parada cardíaca. 

A frente do Nelore Apan, marca conhecida como a genética forte do Nelore, o selecionador realizava há mais de 40 anos um trabalho importante de seleção genética no estado de Minas Gerais. Além de Nelore, Antônio Abate também era criador de gado da raça Gir Leiteiro, cavalos das raças Mangalarga e Crioulo, jumentos e muares. 

O pecuarista deixa a esposa, Maria Elisabete, e quatro filhos, Antonio Paulo Abate Júnior, Ana Paula, Alessandra e Carmino Abate. Júnior relembra que o pai “tinha uma vocação nata, uma paixão pela pecuária. Ele vinha de uma família paulistana e começou a carreira no ramo metalúrgico. Mas desde que adquiriu a primeira fazenda, ele se apaixonou e vivia muita mais disso do que da metalurgia. Tudo que ele fez sempre foi de forma apaixonada e muito criteriosa. Acho que as palavras para descrever o trabalho dele seriam seriedade e amor pelo campo e pela pecuária de modo geral”.  

Além da família, o selecionador também deixa grandes amigos no agronegócio, pelos quais sempre será lembrado por sua imensa contribuição à pecuária brasileira. 

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) lamentou a morte do pecuarista e publicou uma nota na qual seu presidente, Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges, destaca o trabalho realizado por seu Antônio. “Era um criador tradicional com uma excelente seleção de Nelore e Gir, além de reconhecido pelo bom rebanho comercial. Um trabalho já valorizado pela nossa Associação com o Mérito ABCZ. Com certeza, será muito lembrado também pelo carisma e atenção, com presença constante em leilões e eventos, prestigiando os companheiros do setor”, afirmou ele.

O velório está acontecendo no Funeral Home, localizado na cidade de São Paulo, e o sepultamento está previsto para às 17 horas no Cemitério da Aclimação, também na capital paulista.