15º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada

15º Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada

| Lance Rural
Fone:

Abertura: 22/11/17 | 10:00

Encerramento: 26/11/17 | 18:00

Parque das Palmeiras sedia Vaquejada 2017

Competição é uma das mais importantes da raça Quarto de Milha e oferece R$ 240 mil em prêmios

Começou nesta quinta-feira (22), direto do Parque das Palmeiras, em Lagarto (SE), A décima quinta edição do Potro do Futuro e Campeonato Nacional de Vaquejada. Todos os dias do evento estão sendo transmitidos ao vivo e na íntegra pelo site do Lance Rural, a partir das 10h, pelo horário oficial de Brasília. CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PÁGINA DA TRANSMISSÃO.

O evento conta com cerca de 900 inscritos e é um dos maiores da raça Quarto de Milha. A competição é promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) e também pelo empresário e criador Geraldo Magella, proprietário do Parque e titular do Haras Fábio José. 

O complexo do Parque das Palmeiras tem uma área de 15 hectares, fica a 85 quilômetros de Aracaju e recebe as provas pela primeira vez. O evento oferece R$ 240 mil em prêmios aos primeiros colocados. Abdalla Abib, coordenador de comunicação da ABQM, diz que o alto valor em premiação e a estrutura montada para receber as disputas devem atrair bom público. “É um dos parques mais estruturados das regiões norte e nordeste, tem tudo pra ser um grande evento”, completa Abdalla.

Vista aérea do Parque das Palmeiras (Foto: Divulgação/ABQM)

O Potro do Futuro é dividido em quatro categorias: aberta, amador, amador light e, a novidade, profissional light. Poderão disputar o título desta nova divisão os competidores profissionais com até 30 pontos acumulados na ABQM, na classe aberta, até o ano hípico anterior (30/06/2016).

O inscrito também poderá competir na categoria aberta. O Potro do Futuro é exclusivo para animais nascidos entre julho de 2012 e junho de 2013. Abdalla ressalta que o trabalho para participar da prova vem desde o acasalamento, na hora da escolha da matriz e do reprodutor. Ele fala que “é um trabalho árduo, o cavalo que nasce passa por quatro anos de treinamento e é a esperança dos criatórios.”

Já o Campeonato Nacional de Vaquejada conta com sete categorias. Em maio deste ano, a Proposta de Emenda Constitucional 304, a PEC dos esportes equestres, foi aprovada no congresso federal, regulamentando a prática da vaquejada. Abib diz que o cuidado com os animais que participam das provas é uma questão de honra para a ABQM. “Além dos inspetores, tem juiz dedicado exclusivamente ao bem estar animal para que tudo transcorra da melhor forma, tanto na pista quanto nos currais”, salienta.

Pista do Parque das Palmeiras (Foto: Divulgação/ABQM)

Todas as duplas finalistas, ou como se diz na linguagem quartista, as que “baterem a senha”, estarão classificadas para a Copa dos Campeões que ocorrerá em conjunto com o Derby e Congresso de 2018. Outra novidade é o incentivo aos cavalos puros castrados. Os dois melhores animais de cada categoria terão direito a uma premiação extra.

Foto: Divulgação/ABQM

A partir desta edição do Potro do Futuro & Campeonato Nacional de Vaquejada a chipagem dos animais é obrigatória. É possível implantar o chip de identificação no animal durante o evento com uma equipe credenciada pela ABQM. O procedimento custa R$ 60.

As inscrições antecipadas para as provas vão até o dia 20 de novembro. O evento na íntegra será transmitido ao vivo e com exclusividade pelo Lance Rural.

 

Por Júlio Prestes | Canal Rural