Publicado em: 12 de setembro de 2018

40ª Nacional Mangalarga comprova evolução e solidez da raça

Palco de algumas das mais bonitas histórias e conquistas do Mangalarga, a Exposição Nacional chega a sua 40ª edição com força máxima

 

Uma edição histórica! A Exposição Nacional Mangalarga chega aos “enta”. Uma data marcante, na qual os avanços morfológicos e funcionais dessa raça genuinamente brasileira serão exibidos. Considerado o principal cavalo de sela do mundo, o mangalarga é uma raça completa que pode ser utilizada tanto para o trabalho como para o esporte. Seu principal diferencial é o andamento: marcha trotada.

Essa característica que desperta o interesse de criadores, usuários e apaixonados pela raça poderá ser observada duante a 40ª Exposição Nacional, que pelo terceiro ano consecutivo será realizada no Parque de Exposições José Ruy de Lima Azevedo, em São João da Boa Vista, no interior de São Paulo.

Serão 10 dias de alta qualidade em pista e muitas outras atrações para os visitantes.

Sob o comando do presidente Luis Augusto de Camargo Opice, a Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) preparou com muito carinho esse evento. Uma exposição à altura de um plantel que vem crescendo, superando obstáculos e apresentando alto nível genético!

Confira a entrevista que o presidente da entidade concedeu ao Lance Rural e programe-se para acompanhar no nosso site todas as emoções da 40ª Exposição Nacional Mangalarga, entre os dias 13 e 23 de setembro!

Luis Augusto de Camargo Opice: presidente ABCCRM

Lance Rural: Essa será a primeira Nacional comandada pela sua gestão. Como a ABCCRM se preparou para o principal evento do calendário anual do Mangalarga?

De fato, essa é a primeira Nacional da minha gestão. Mas, como criador e apaixonado pela raça já marco presença nesse evento há pelo menos 13 anos. Assumi a presidência no início do ano e estamos batalhando em primeiro lugar para arrumar a casa, controlando custos e despesas. Ou seja, essa ainda não é a Nacional dos meus sonhos, mas tenho total confiança de que vai ser uma exposição que irá acrescentar algo a mais para todos os participantes. São 40 anos ininterruptos da Exposição Nacional Mangalarga. Uma data importante! Por isso, a expectativa é muito grande. Tenho certeza que vamos mostrar a força do nosso cavalo e da equinocultura nacional!

Lance Rural: O senhor acredita que a Nacional reflete toda a evolução do cavalo de sela brasileiro?

Com certeza! A Nacional exibe a mais alta qualidade zootécnica existente na raça. É a melhor vitrine do Mangalarga!  Esse ano, por exemplo, todos os animais inscritos passaram por duas exposições regionais e foram muito bem pontuados. Devemos fechar o evento com mais de 500 animais e cerca de 90 expositores.

Lance Rural: Além dos julgamentos em pista, a Nacional conta com uma programação bastante diversificada. Quais as demais atrações programadas para aconteceram durante os 10 dias de evento?

Além das provas funcionais, teremos provas sociais, desfile das bandeiras, happy hours, palestras, shows com bandas regionais e duplas sertanejas, test drive de cavalos, food trucks, espaço kids, estandes comerciais e muito mais. É uma programação intensa e diversificada!

Lance Rural: Pelo terceiro ano consecutivo a Nacional será realizada em São João da Boa Vista. Um município com forte tradição na seleção da raça.

São João da Boa Vista é um polo muito importante, com muitos criadores de Mangalarga. Inclusive, o nome do Parque de Exposições é uma homenagem a um mangalarguista: José Ruy de Lima Azevedo. Embora muita gente não saiba, a cidade foi a primeira a receber uma mostra regional da ABCCRM, em 1943. Tanto o município quanto o parque de exposições possuem uma ótima infra-estrutura e pelo menos na minha gestão as próximas Nacionais serão realizadas nessa cidade.

Lance Rural: Qual a importância da parceria entre a ABCCRM e o Lance Rural?

Ano passado, a parceria com o Canal Rural/Lance Rural  trouxe uma maior visibilidade para a Nacional. Tivemos uma grande participação dos internautas que puderam acompanhar pelo Lance Rural os 10 dias de evento. Ficamos muito satisfeitos com os resultados e nessa edição contaremos, mais uma vez, com a cobertura ao vivo do Lance Rural. Vale destacar o apoio financeiro de um grupo de associados, liderado pelo criador Emiliano Sampaio Novaes, para que pudéssemos viabilizar a transmissão online. Em 2019, se Deus quiser iremos dar passos ainda mais largos, juntos com o Canal Rural e o Lance Rural.

Lance Rural: Fortalecer a cultura equestre e crescer 25% ao ano no número de associados, cavalos registrados, eventos e núcleos foi a meta traçada pela ABCCRM para o triênio 2018/2020. Após 8 meses no comando da entidade, quais as principais conquistas?

Só temos motivos para comemorar e agradecer. Todas as métricas do ano já foram atingidas e/ou superadas. O número de expositores, por exemplo, cresceu 40%. A quantidade de animais nas exposições teve uma alta de 43%. Ou seja, estamos no caminho certo. Sabemos que a estrada é longa, mas o Mangalarga voltará a ter uma participação expressiva na equinocultura nacional.

Lance Rural: Por fim, quais as palavras que melhor ajudam a descrever a 40ª Exposição Nacional Mangalarga?

A 40ª Nacional pode ser definida como a exposição da evolução genética e da qualidade insuperável da marcha. É a exposição que marca uma nova era para o cavalo de sela brasileiro!

Por Paula Sant’Ana | Canal Rural